segunda-feira, 28 de novembro de 2016

O Parque Linear Ribeirinho Estuário do Tejo

27-11-2016, Domingo
Na Póvoa de Santa Iria, com o «Tejo a pé»
Ainda antes de toda a  gente chegar, tirei algumas fotografias sem encarar de frente o mouchão grande da Lezíria, por causa do sol.
Às 9:45, iniciámos a caminhada junto à Praia dos Pescadores, na direcção norte. 
Foi uma primeira aproximação a esta que já foi zona de avieiros. Corvos grandes, de corpo esguio, voam perto da margem em vigorosas braçadas. Conversou-se bastante, pequenos grupos faziam-se e desfaziam-se..., sem perder de vista o que nos rodeava.
De regresso, deixando Alverca para Arruda dos Vinhos, os nossos olhos contemplam por momentos a larga faixa densamente coberta por espécies vegetais, o rio, o mouchão grande... Um olhar para trás, sem ficar transformado em estátua. De sal, bastou o que tive nas mãos, pequena ponta de salicórnia, sal verde, como alguns lhe chamam.
Há que voltar, sem horário.






Convite para a inauguração do espaço

Carimbo do café Guarda-Rios
__________________________________________________________________
http://www.cm-vfxira.pt/pages/338 (O Parque Urbano da Póvoa de Santa Iria e o Parque Linear Ribeirinho Estuário do Tejo)

1 comentário:

  1. Muito interessante este parque ribeirinho...!!!
    Não conheço..., mas tenho de ir até lá.
    Um bonito lugar para fotografar...
    AG

    ResponderEliminar