quinta-feira, 23 de junho de 2016

Exposição de Trabalhos da Área das Artes na AUTITV - 2

Esta mensagem é complementar da anterior, com o mesmo título. Da Pintura, dois quadros no espaço de acesso ao salão, já mostrados em vista geral e que nos agradaram particularmente, aparecem agora sozinhos.
Na sala principal, indo no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio (retrógrado), nenhum sector foi ignorado, começando na Oficina do Papel e findando no Patchwork:
Oficina do Papel → Costura → Bordados → Arte em Estanho → Oficina de Fotografia → Artes Decorativas → Olaria → Azulejaria e Cerâmica Decorativa → Gastronomia → Patchwork.
Divertimo-nos desta vez a exibir peças da Arte Decorativa, Olaria, Azulejaria e Cerâmica Decorativa. Da Arte Decorativa nada digo. Fale por si, que fala bem. Na Azulejaria e Cerâmica Decorativa, detenhamo-nos um pouco na parte central, dos artistas/poetas/escritores. Dentro da Olaria, tem uma graça diferente a Arte Xávega, pela sua alacridade, outra forma de dizer alegria, nas cores e na gente que parece estar viva, connosco.
Os professores: Ana Maria Fernandes (Artes Decorativas e Artesanato), António Lourenço Luís (Oficina de Fotografia), Casimiro Lourenço (Arte em Estanho), Deolinda Ferreira (Costura), José Afonso Bastos (Pintura em várias técnicas e materiais), José Neves Andrade (Azulejaria e Cerâmica Decorativa), José Quaresma Ramos (Pintura em Acrílico), Maria Conceição Anes (Oficina do Papel e Pintura em Acrílico), Maria Isilda Marques (Bordados), Maria Leonor Parente (Cerâmica - Atelier Livre, Pintura em Acrílico, Pintura a óleo), Palmira Cipriano Lopes (Gastronomia), Regina Martins Gomes (Patchwork).
Houve actividades práticas, tendo eu acompanhado as dos últimos dias:
dia 20 - Gastronomia;
dia 21 - Fotografia;
dia 22 - Azulejaria e Olaria.
A Gastronomia, tradicionalmente, oferece acepipes e chás preparados pela professora e pelos alunos (maioritariamente alunas, por certo). O espaço reproduz o ambiente familiar de uma casa. Estão expostos cadernos didácticos e cartazes que dão uma ideia do valor formativo da disciplina. Interessou-me especialmente Passeio ao Campo, pela Margem do Rio Sisandro, para Identificação da Flora Local e Seu Aproveitamento Culinário.
Na Fotografia fomos brindados com uma aula-síntese de alguns pontos que o professor nos explicou e revelou ao longo destes anos. Foi também recordação. No final da aula-convívio, como todas, a fotografia de família oferecida amavelmente a todos os presentes, alunos da disciplina e outros colegas que se nos quiseram juntar.
Azulejaria e Olaria — Puxei uma cadeira para ver o trabalho que ia fazendo o aluno de Azulejaria Fernando Lopes. Era uma peça em corda seca. Molhava o pincel na tinta de vidro preta, molhava o pincel «no vidro», como se diz abreviadamente. Tem de se saber aplicar a tinta (uma demão ou duas), para não haver falhas ou esbatimentos em certas zonas. «O Professor Andrade diz que se deve pintar a partir de uma bolha e espalhá-la pela superfície até a cobrir toda», diz uma senhora naquela «mesa-redonda». Fernando Lopes vai pintando e deixa-se interromper sem enfado. As várias superfícies são delimitadas pelos traços da «corda seca», tinta com uma gordura que impede a contaminação/passagem da tinta de cada uma das superfícies para as outras, quando se faz a cozedura. Fernando Lopes tem exposto trabalhos seus para venda nas feiras de artesanato da Consolação e Caldas da Rainha.
[Se houver alguma asneira, em tudo o que disse ou reproduzi de alguém sobre o trabalho em corda seca, é da minha responsabilidade, porque o interesse pela azulejaria e cerâmica é grande, mas não vai acompanhado pelo conhecimento.]
Pintura

Universo


Ceifeiras

Oficina do Papel




Costura



Bordados





Arte em Estanho

Foi difícil fotografar de frente, por causa do efeito de espelho e da contraluz








Oficina de Fotografia
A segunda e a terceira imagens são recorte da primeira. Pretendem mostrar mais de perto alguns trabalhos. Gostei muito da flor de amendoeira, pela sua nitidez e o meu interesse por espécies botânicas e flores. As seis fotografias reproduzidas na terceira imagem foram escolhidas um pouco ao acaso, pela sua centralidade no painel expositivo de conjunto, mas não deve ter sido estranha à escolha a presença do poente com a passagem dos feixes solares.
A última imagem pretende dar ainda maior resolução e destaque para uma (ao menos) peça das em exposição. Calhou ser minha, disponível em arquivo pessoal. Não deixei de o fazer.

Painel das fotografias

Vista do Castelo, Pinceladas do Mestre, 
Flor de Amendoeira e Fim do Dia


Simetrias junto ao Rio Sisandro, Tons de Azul, Entardecer no Baleal, Crepúsculo, Paisagem Ribeirinha e Em Família
[De cima para baixo e da esquerda para a direita]

Na Estrada da Laurissilva


Artes Decorativas











Olaria













Azulejaria e Cerâmica Decorativa










Ver, abaixo, na hiperligação para o sítio do Museu Nacional do Azulejo, a história da origem do trabalho aqui replicado. [Agradeço a informação desta inspiração ao autor, JSP]






Gastronomia








Chá e Plantas de Chá
Chás (encontram-se na 12.ª aula) - Chá de Hortelãs; Chá de salvias; Chá de mistura de ervas
As Plantas dos Nossos «Chás» - Lúcia-lima (aloysia triphylla) [Folhas ao alto]
As Plantas dos Nossos «Chás» - Salva (salvia officinalis)
Rapazinhos (salvia mycrophylla)
As Plantas dos Nossos «Chás» - Erva Cidreira (melissa officinalis)
Hortelã (mentha spicata)
Hortelã-pimenta (mentha piperita) [Folhas em baixo]














Patchwork


*
       Veja o painel de Júlio Pomar retratando Fernando Pessoa sentado a ler o jornal. «Réplica de uma secção do revestimento da estação Alto dos Moinhos do Metropolitano de Lisboa     Oferta do Metropolitano de Lisboa»

4 comentários:

  1. Belíssimo post com fotos muito bonitas...
    Parabéns...
    Boas férias
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi bom ter havido estas actividades todas de final de ano e alguns aspectos só pude apreciar, olhando para trás, através de mensagens e vídeo(s) no actividadesenior. Obrigado e para a Albertina, boas férias...

      Eliminar
  2. Só hoje vi esta bela reportagem, bem informativa e divulgada.
    Pela minha parte....agradeço.
    É bom que se caminhe sempre, tentando o melhor..
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado e boas férias, Andrade
      Um abraço

      Eliminar