segunda-feira, 30 de junho de 2014

Foz do Arelho 2


                                                                                                                              ………………………….
                                                                                                                              Quero cantar como a rola
                                                                                                                              Quero cantar como a rola
                                                                                                                              Como a rola ninguém canta
                                                                                                                                                                            (Moda alentejana)                                                         
          Pardais e rolas


        Nos fios, a que poderíamos chamar o seu chão subtil, de tão fino que é, vão poisando e levantando voo pássaros e rolas. Estão sobre um logradouro, em frente do INATEL; a admirar os espaços verdes daquela instituição, o conjunto habitacional e a capela e edifício anexo.

        Quem quiser ver a sequência dos movimentos, clique na primeira imagem e vá vendo em progressão rápida. Aproveito para tecer um elogio à rola, a propósito de uma canção que faz parte do repertório do grupo coral Gaudeamus e em que figuram os versos acima postos em epígrafe. Não fizeram parte da variante cantada no recente convívio do Moinho do Cuco, propriedade do colega e também professor na Universidade Sénior de Torres Vedras, Sr. António Luís. A canção é muito conhecida e das de que mais gosto. Começa, assim: «Fui à fonte beber água/ Dessa que eu ouço correr...»

         A parte final da variante que integra os versos de que estamos a falar, reza, assim:

                                                         Alguma gota há-de haver
                                                         Quero molhar a garganta
                                                         Quero cantar como a rola
                                                         Quero cantar como a rola
                                                         Como a rola ninguém canta
















2 comentários:

  1. Não é nada fácil conseguir fotografar aves sobre os cabos eléctricos, porque normalmente movimentam-se bastante e fotografá-las em pleno voo ainda mais difícil se torna...
    Parabéns...
    Nestas fotos isso foi conseguido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pus na posição de Desporto e em disparo múltiplo.

      Eliminar